SWISS oferece nova tag de bagagem para imprimir em casa

Cortesia: SWISS.

Cortesia: SWISS.

Passageiros que embarcam com a SWISS em Zurique e fazem o check-in no website swiss.com agora podem imprimir não só o cartão de embarque, mas também as tags para a bagagem no conforto de casa. A nova opção foi introduzida na semana passada e vai ajudar os passageiros a economizar tempo no aeroporto.

A possibilidade de imprimir as tags em casa está disponível para qualquer voo da SWISS partindo de Zurique, incluindo conexões (exceto voos codeshare). A SWISS é a primeira companhia aérea de linha a oferecer aos clientes esta opção de viagem. Todas as demais regras para bagagens permanecem inalteradas.

A nova facilidade permite que o passageiro imprima até quatro tags durante o processo de check-in pela Internet. Eles também recebem uma confirmação adicional das tags no cartão de embarque. Assim, quando chega ao aeroporto para o embarque, o passageiro já está com todos os documentos em mãos para o voo.

A tag para imprimir em casa é produzida em formato A4 e pode ser dobrada em inserida em uma porta tag de plástico que é afixada na mala. Os porta tags estão disponíveis gratuitamente em qualquer balcão da SWISS e podem ser reutilizados em outros voos. Na chegada ao aeroporto, a bagagem registrada e devidamente identificada pode ser levada a qualquer máquina de depacho de bagagem automático, quando disponíveis, ou nos balcões de despacho de malas.

O novo serviço deve ser expandido também para os voos que chegam a Zurique, primeiramente vindos dos Estados Unidos, depois de outras localidades fora da União Europeia. O serviço já pode ser usado nos voos de Nova York (JFK) e Moscou para Zurique. Para os voos de países membros da União Europeia, a companhia está estudando com a IATA e as autoridades competentes para assegurar os alicerces jurídicos necessários.

Em Genebra, o sistema de impressão de tags de bagagem está disponível desde 18 de agosto. Tanto para os voos que saem de Genebra quanto os que chegam de alguns destinos, incluindo Nova York (JFK), Pristina, Marrakech, Skopje e Moscou, desde 25 de agosto.

Fonte: SWISS.

Leave a Reply