Embraer e Boeing colaboram em testes de tecnologia no ecoDemonstrator

embraer-logo-copyrighted-to-embraer

A Boeing e a Embraer S.A. anunciaram hoje uma colaboração para testar tecnologias direcionadas ao meio ambiente em um esforço conjunto para melhorar o desempenho da aviação com relação a aspectos ambientais. Pelo acordo, uma aeronave da Embraer será utilizada para a realização de testes a partir de 2016 através do Programa ecoDemonstrator da Boeing. A iniciativa amplia a cooperação entre duas das maiores fabricantes de aviões do mundo.

Frederico Curado, presidente e CEO da Embraer, e Marc Allen, presidente da Boeing Internacional, assinaram um Memorando de Entendimento durante a cúpula de comércio Brasil-EUA, organizada pela Câmara do Conselho Empresarial Brasil-EUA (Cebeu) na Câmara de Comércio dos Estados Unidos. O evento ocorreu durante a visita oficial da presidenta Dilma Rousseff ao presidente Barack Obama.

A Boeing lançou o Programa ecoDemonstrator em 2011 para acelerar os testes e o emprego de novas tecnologias que podem reduzir o consumo de combustível, as emissões de carbono e o ruído. Até hoje, a empresa testou mais de 50 tecnologias com um Next-Generation 737-800, um 787 Dreamliner e, atualmente está usando um 757 no projeto. Com a plataforma ecoDemonstrator, novas tecnologias sobre impacto ambiental ainda em desenvolvimento podem ser testadas em voo e amadurecem mais rapidamente.

“A inovação é um dos principais pilares da estratégia da Embraer e temos satisfação de continuar nosso trabalho com a Boeing para apoiar o crescimento sustentável da nossa indústria no longo prazo”, disse Curado, da Embraer. “O Programa ecoDemonstrator oferece uma nova e valiosa oportunidade de colaboração entre as nossas empresas para aumentar o desenvolvimento de testes ambientais beneficiando os clientes, a nossa indústria e a sociedade. ”

“Como líderes do setor, Boeing e Embraer estão comprometidas com a inovação e o desenvolvimento de tecnologias que podem ajudar a atender as metas ambientais da aviação – e essa é a missão do Programa ecoDemonstrator”, disse Allen, da Boeing. “Ao trabalharmos juntos desta forma tão inovadora e entusiasmada, avançaremos para melhorar a eficiência da aviação e reduzir o impacto ambiental.”

A cooperação entre Boeing e Embraer no ecoDemonstrator reforça uma relação que começou em 2012, quando as fabricantes anunciaram que iriam cooperar de forma a criar valor para ambas as empresas e seus clientes. Desde então, as fabricantes têm trabalhado em várias frentes, como no programa visando o incremento da segurança de pousos e decolagens e no programa do cargueiro militar KC-390. Além disso, em 2015, a Boeing e a Embraer inauguraram um centro conjunto de pesquisa em biocombustíveis em São José dos Campos – SP, para realizar estudos com biocombustíveis e coordenar pesquisas com universidades e outras instituições brasileiras.

A Boeing tem trabalhado em parceria com fornecedores, companhias aéreas e agências governamentais em testes com modelos de ecoDemonstrator. As tecnologias testadas incluem um novo winglet e revestimentos “anti-inseto” na asa que podem melhorar a eficiência aerodinâmica, aplicativos de software que podem melhorar a eficiência em voo e novos tipos de biocombustível de aviação sustentável.

A Embraer incorpora requisitos ambientais no desenvolvimento de produtos através de seu programa de Desenvolvimento Integrado do Produto Ambientalmente Sustentável (DIPAS). Desde o início, os aviões da Embraer são projetados com ênfase na incorporação de inovações e aderindo às normas ambientais.

Fonte: Embraer.

Leave a Reply