Pilatus Aircraft expõe e vende no Brasil avião que deu a volta ao mundo com a nova Amelia Earhart

Cortesia: Pilatus Aircraft.

Cortesia: Pilatus Aircraft.

A Synerjet, distribuidora exclusiva das aeronaves da Pilatus Aircraft na América Latina, irá expor o turboélice PC-12 NG na 11ª edição da LABACE (Latin American Business Aviation & Conference), que acontece entre os dias 12 e 14 de agosto, em São Paulo. O avião foi usado pela jornalista Amelia Earhart – homônima da famosa aviadora que desapareceu no Oceano Pacífico – para cruzar o globo, em 2014.

A empresa suíça também apresentará o projeto do PC-24, o novo modelo da companhia, que inaugura uma nova categoria de jatos executivos: o SVJ – Super Versatile Jet. Assim como os turboélices, os SVJs poderão operar em pistas muito curtas e não preparadas, mas terão velocidade, alcance e conforto de um jato médio.

O protótipo do avião teve seu rollout (aparição inaugural) no dia 1º de agosto, na Suíça, e em maio as primeiras 84 unidades do aeromodelo foram vendidas sob encomenda – elas serão entregues entre 2017 e 2019. Três delas foram compradas por brasileiros, que a receberão em 2018. Ainda não há prazo para a aeronave voltar às vendas.

O PC-12 NG é um dos mais populares monomotores do mundo. Com espaço para até nove passageiros, o avião de luxo teve mais de 1,2 mil unidades vendidas no planeta e é usada por executivos, governos e até mesmo como ambulância aérea. A aeronave atinge até 518 km/h (322 mph) e tem uma autonomia de voo de 2.889 quilômetros (1.560 milhas náuticas).

Quando foi usado pela jornalista Amelia Earhart, o avião foi modificado: recebeu um tanque suplementar de 3.100 litros (800 galões), ampliando a autonomia de voo para 4.630 quilômetros (2.500 milhas náuticas). Também foram instalados equipamentos de comunicação via satélite para transmissões ao vivo e uso de redes sociais.

Já o PC-24 terá velocidade de cruzeiro de 787 km/h (489 mph) e autonomia de voo de 3.611 quilômetros (1.950 milhas náuticas) com quatro passageiros. Voará a uma altitude de 13.716 metros (45.000 pés) e sua cabine apresentará nível de conforto acima da média para até dez passageiros na versão de alta densidade ou seis a oito pessoas na versão executiva. A aeronave será certificada para operação com apenas um piloto.

Fonte: Pilatus Aircraft.

Leave a Reply