Embraer celebra 10 anos das primeiras entregas de E-Jets

“Versão em Português / The English version is after the Portuguese version.”

Cortesia: Embraer.

Cortesia: Embraer.

A Embraer Aviação Comercial celebra neste mês de março os dez anos das primeiras entregas da família de E-Jets. Os primeiros aviões, modelo E170, foram entregues no dia 8 daquele mês à LOT Polish Airlines, da Polônia, e à US Airways, cliente-lançador do jato nos Estados Unidos. Coube à empresa aérea polonesa, no entanto, ser a primeira a operar o E170 em um voo regular, realizado no dia 17 de março de 2004 entre as cidades de Varsóvia, na Polônia, e Viena, na Áustria.

“Os E-Jets revolucionaram o mercado de jatos de médio porte ao incorporar uma cabine com maior espaço interno, proporcionando mais conforto para os passageiros, e ao possibilitar versatilidade de uso aos operadores, permitindo otimizar o gerenciamento de suas frotas de aeronaves”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO, da Embraer Aviação Comercial. “Nestes dez anos continuamos trabalhando e melhorando esta família de jatos, aprimorando seu desempenho e reduzindo o custo operacional, garantindo assim que os nossos clientes tenham o melhor produto do mercado na categoria de jatos até 130 assentos, aliado a um dos melhores serviços de suporte à operação da indústria.”

A Embraer é a única fabricante a ter desenvolvido uma família de quatro modernos aviões especificamente para o segmento de 70 a 130 assentos. Desde o lançamento formal do programa, em 1999, os E-Jets redefiniram o conceito tradicional de aeronaves regionais ao operarem em outros tipos de mercados. Atualmente, os E-Jets voam com empresas aéreas tradicionais, de baixo custo e regionais, além de serviços programados de turismo.

Em setembro de 2013, a Embraer entregou o 1000º jato produzido da família de E-Jets. A aeronave, um jato E175, foi entregue à Republic Airlines, subsidiária da Republic Airways Holdings Inc. No mesmo ano, a frota de E-Jets ultrapassou a marca de 10 milhões de horas voadas, transportando cerca de 540 milhões de passageiros.

Além da eficiência comprovada, com índice médio de conclusão de missão de 99,9% e a realização de mais de sete milhões de ciclos de voo, os E-Jets possuem uma rede global de suporte e serviços ao cliente estrategicamente localizada, que inclui 37 centros de serviços de manutenção (MRO) em todo o mundo, sendo 12 autorizados e 25 independentes.

Os E-Jets detêm atualmente 50% de participação de mercado em encomendas e 62% das entregas no segmento de jatos de 70 a 130 assentos. Atualmente, os E-Jets operam com 65 empresas aéreas em 45 países. Em junho de 2013, a Embraer lançou a segunda geração da família, os E-Jets E2, que deverão entrar em serviço em 2018.

Fonte: Embraer.

________________________________________________________________

Embraer Celebrates Ten Years of E-Jet Deliveries  

Courtesy: Embraer.

Courtesy: Embraer.

This month, Embraer Commercial Aviation celebrates another historic milestone in its E-Jets program – the ten year anniversary of the first aircraft deliveries.  On March 8, 2004, LOT Polish Airlines and US Airways each received an E170.  US Airways was the launch customer of the E-Jet in the USA.  LOT was the first airline to operate a commercial E-Jet flight when the aircraft flew between Warsaw and Vienna on March 17, 2004.

“E-Jets revolutionized the market for medium-sized jets by incorporating a more spacious cabin for greater passenger comfort, and by making it versatile for operators to optimally manage their fleets,” said Paulo Cesar Silva, President & CEO of Embraer Commercial Aviation. “Over these ten years, we have continuously worked to improve the E-Jet family by perfecting its performance and reducing operating costs.  This ensures that our customers have the best product in the up to 130-seat jet category and some of the best operational support services in the industry.”

Embraer is the only manufacturer to have developed a family of four modern airplanes specifically for the 70 to 130-seat capacity segment.  Since the formal launch of the program in 1999, Embraer E-Jets have redefined the traditional concept of regional aircraft by operating in other business applications.  Today, E-Jets are flying with mainline carriers, low-cost and regional airlines, and with scheduled tour companies.

In September 2013, Embraer delivered its 1,000th E-Jet.  The E175 was delivered to Republic Airlines, a subsidiary of Republic Airways Holdings Inc. of the USA.  That same year, the worldwide E-Jets fleet surpassed 10 million flight hours and carried some 540 million passengers.

Besides their proven reliability (the average mission completion rate is 99.9%), the global
E-Jets fleet has logged more than seven million flight cycles.  E-Jets operators have access to a strategically located worldwide customer support and services network of 37 service centers (MROs), 12 of which are authorized and 25 which are independent.

Embraer E-Jets command a 50% share of orders, a 62% share of deliveries in the 70 to 130-seat jet segment, and are in the fleets of 65 airline companies from 45 countries.  In June 2013, Embraer launched E-Jets E2, the second generation of the E-Jets family.  The first E2 is scheduled for customer delivery in 2018.

Source: Embraer.

Leave a Reply