Lufthansa: Entertainment on medium-haul routes

Cortesia: Lufthansa Systems.

Cortesia: Deutsche Lufthansa.

Lufthansa has recently started offering its guests on selected medium-haul aircraft a wide range of Hollywood films, TV series, music and digital media. The selection includes films in up to eight languages, popular television series and 100 CDs – from classical music, rock and pop to audio books. Passengers also have access to the wide range of Lufthansa radio programs, various daily newspapers and magazines as e-journals as well as flight information. In the Lufthansa WorldShop, the latest branded products related to travel, lifestyle, sport and electronics can be ordered conveniently from your seat for delivery to your home. This service will commence with 20 Airbus A321 aircraft that are equipped with the system. The planned destinations include Tel Aviv, Ashgabat, Baku and the Canary Islands.

Before the flight, guests simply download the Lufthansa entertainment app – for free like the whole program itself – or the Microsoft Silverlight browser plug-in for notebooks. While on board, passengers can put together their own personal entertainment program.

The new product offering is based on Lufthansa Systems’ BoardConnect platform, which does not require every seat to be fitted with complicated wiring, in contrast to conventional systems. It works with Wi-Fi. Lufthansa Technik developed and installed the corresponding wireless access points in the cabin.

Passengers can find more information on the Lufthansa entertainment app and a guide to using it on a notebook at http://LH.com/entertainment-app-en.

Source: Deutsche Lufthansa.

First A350 XWB for Vietnam Airlines rolls out of assembly hall

Courtesy: Airbus.

Courtesy: Airbus.

The first A350 XWB for Vietnam Airlines, to be leased from AerCap, has just moved to station 30 at the Roger Béteille Final Assembly Line (FAL) in Toulouse, France. This new milestone marks the completion of some of the major airframe assembly as well as the successful first electrical power-on. In station 30, the aircraft will now undergo ground tests, while the cabin installation initiated in the previous station (station 40) will be continued.

Source: Airbus.

Lufthansa Technik faz a revisão de duas aeronaves de uso espacial

Cortesia: Lufthansa Technik.

A Lufthansa Technik, principal provedor de serviços técnicos para aeronaves comerciais, VIP e para Missões Especiais, trabalha no momento em duas aeronaves “Space” únicas em suas instalações de manutenção VIP em Hamburgo, na Alemanha.

Desde julho, SOFIA, um Boeing 747SP modificado, operado conjuntamente pela Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos e o Centro Aeroespacial Alemão (DLR) como “Observatório Estratosférico de Astronomia Infravermelha”, está sendo submetido a uma revisão total na Lufthansa Technik de Hamburgo. A DLR e a NASA escolheram a Lufthansa Technik para executar os serviços de revisão na aeronave, uma vez que a empresa do Grupo Lufthansa é detentora da mais ampla e longa experiência neste tipo de aeronave.

Desde setembro, a Lufthansa Technik também está convertendo um antigo Airbus A310 da Força Aérea da Alemanha para a Novespace, subsidiária do Centro Nacional Espacial da França (CNES), de uma configuração VIP a chamada plataforma de testes e pesquisas para de voo parabólicos, conhecida por Gravidade Zero. Ao mesmo tempo, a Lufthansa Technik também está realizando serviços de manutenção pesada nesta aeronave, cuja utilização é compartilhada pela DLR, CNES e pela Agência Espacial Europeia (ESA).

“Além de nossas atividades clássicas de acabamento e manutenção de aeronaves VIP para clientes particulares e chefes de estado, nossos serviços técnicos para aeronaves de Missões Especiais se tornaram uma atividade de negócios de muito sucesso ao longo dos anos”, afirmou Wieland Timm, Diretor Executivo de Vendas VIP & Aeronaves para Missões Especiais. “Devido à nossa experiência abrangente com uma grande variedade de aeronaves comerciais, mais e mais clientes confiam em nós. O desafio é que, a despeito destas aeronaves especiais terem como base plataformas comerciais, nenhuma delas permite que se executem apenas procedimentos de rotina. Muitas vezes se trata de plataformas antigas, raramente encontradas na aviação comercial e, ainda assim, com o equipamento técnico mais moderno para suas finalidades específicas.”

O portfólio de operações para as Aeronaves de Missão Especial vai desde aeronaves de transporte militar e de cargas, aviões-tanque e para evacuação médica àquelas para operações científicas como SOFIA e ZeroG.

Tendo iniciado há mais de 50 anos com o apoio da aeronave VIP da German Air Force, a Lufthansa Technik se tornou um fornecedor de serviços técnicos para mais de 20 aeronaves de missão especial para várias forças aéreas e organizações científicas. O portfólio de serviços inclui manutenção, reparo e revisão geral de aeronaves, motores e componentes, gestão de manutenção, logística e suporte em documentação técnica.  Mais informações em http://www.lufthansa-technik.com.

Fonte: Lufthansa Technik.

Avianca utiliza os recursos de planejamento da Lufthansa Systems

Cortesia: Lufthansa Systems.

Cortesia: Lufthansa Systems.

A Lufthansa Systems anunciou que a companhia aérea latino-americana Avianca, parte da Avianca Holdings, optou pela utilização das soluções de planejamento NetLine/Ops e NetLine/Crew em seu operador baseado na Colômbia. As duas soluções TI estão perfeitamente integradas entre si, de forma que as companhias aéreas podem otimizar o controle de operações e os processos de gestão das tripulações. Recentemente, foi assinado um contrato de cinco anos neste sentido. A Avianca já  utiliza com sucesso esta tecnologia em outros operadores baseados em El Salvador, Peru, Guatemala, Costa Rica e Honduras, que fazem parte da mesma empresa holding.

A solução para controle de operações NetLine/Ops monitora as operações correntes e permite às companhias aéreas melhorar a operação de seus processos de controle. NetLine/Ops oferece informações completas de custo em tempo real de modo a permitir às companhias aéreas fazer, rapidamente, as  decisões operacionais mais eficientes com relação ao custo na eventualidade de interrupções devido, por exemplo ao mau tempo ou ‘slots’ perdidos.

NetLine/Crew simplifica muito o processo de planejamento das tripulações ao gerar escalas de voo de modo rápido, justo e eficiente em custo. Suas funções abrangem agrupamento em pares da tripulação, escalas de serviço e rastreamento, bem como a avaliação e documentação. NetLine/Crew gera escalas de voo de pilotos e tripulações de cabine, respeitando todos os regulamentos legais e contratuais, enquanto também assegura que os profissionais disponíveis sejam escalados da maneira mais adequada sob o ponto de vista econômico.

A Lufthansa Systems opera as duas aplicações em seus centros de dados, seguindo um modelo ASP (Application Service Provider). O provedor do serviço TI também assegura que os programas são integrados à arquitetura TI existente no cliente e aplicações em terceiros via ISB (Integrated Service Bus).

Uma vez que os dois produtos NetLine acessam a mesma data base, qualquer mudança em um programa é automaticamente sincronizado ao outro programa em tempo real. Esta interação é especialmente útil para uma companhia como a Avianca Holdings, porque as soluções NetLine concedem a todas as companhias aéreas integradas a mesma disponibilidade de troca das tripulações, aeronaves e slots entre si. Ao mesmo tempo, cada companhia aérea pode planejar, isoladamente, os próprios voos e tripulações.

Isto otimiza e harmoniza os processos de negócios através da empresa holding, enquanto também assegura a melhor utilização dos recursos – em termos de aeronaves, bem como relativo ao pessoal de terra, de manutenção e de bordo.

Após a implementação bem-sucedida da NetLine/Ops e NetLine/Crew, a Aviança, na Colômbia, terá a opção de também instalar o NetLine/Crew PreferencesXOpt, que otimiza a escala da tripulação, rota e outras preferências para a gestão da tripulação ao mesmo tempo que respeita os requisitos legais.

“A interação perfeita entre as duas aplicações e sua inerente integração flexível foi o que, em essência, nos convenceu. Particularmente, em uma empresa como a nossa. A habilidade de gerenciar diversos AOCs em um modelo de companhia aérea de interação cruzada é muito importante”, afirmou Fernando Lara, Vice-Presidente Tecnologia de Informação na Avianca.

“Estamos felizes que a Avianca optou pela utilização das nossas soluções NetLine também para seu operador na Colômbia.. Mostra que eles estão convencidos da nossa competência e do desempenho das nossas soluções TI. A decisão expande nossa bem-sucedida cooperação de longa data”, disse Stefan Auerbach, Vice-Presidente Airline Solutions na Lufthansa Sustems. ”Isto vai fortalecer ainda mais nossa posição no mercado da América Latina.”

Fonte: Lufthansa Systems.

New Austrian Airlines Aircraft Christened the “Innsbruck”

Courtesy: Austrian Airlines.

Courtesy: Austrian Airlines.

Austrian Airlines is expanded its regional fleet by four aircraft to a total of 18. One of the four turboprops of the Dash 8-Q400 family of aircraft with the registration OE-LGO was christened with the name “Innsbruck” at Innsbruck-Kranebitten Airport yesterday afternoon. The godmother was Innsbruck‘s Mayor Christine Oppitz-Plörer.

“I am pleased that we will have a regional ambassador for Innsbruck in the air thanks to this aircraft“, says Oppitz-Plörer. “In addition to the name ‘Innsbruck‘, we also want to intentionally give names from Tyrol to the other three aircraft,” explains Jaan Albrecht, CEO of Austrian Airlines. This is due to the fact that the fleet expansion not only strengthens the entire Austrian Airlines Group, but also the Innsbruck site as the specialist for turboprop aircraft. Close to 300 people work at the Innsbruck facility, of whom 118 employees are involved in technical services for Austrian Technik and a staff of 36 at the airline’s station at the airport.  A total of 75 employees work at the service center ATS and another 57 people are stationed in Tyrol’s capital city of Innsbruck.

The initial flight of the “Innsbruck” is already planned for November 1, 2014, offering flight service from Zurich to Lugano in wet lease on behalf of Swiss International Airlines (SWISS), which also belongs to the Lufthansa Group. In the future four flights each day will be operated on this route. By deploying the largest aircraft SWISS will be able to increase its capacity on this route by 50 percent.

Courtesy: Austrian Airlines.

Courtesy: Austrian Airlines.

On the basis of this small step in its expansion, the entire fleet of the Austrian Airlines Group will increase to 79 aircraft, including 18 turboprops of the Dash 8-400 family of aircraft. The original value of this type of airplane amounts to USD 25-30 million. However, the parties agreed not to disclose details about the actual purchase price of the used aircraft.

Due to its design, the Bombardier Q-Series is considered to be particularly reliable and efficient. “Turboprops” are often wrongly seen as an outdated technology, but in reality the Dash 8-400 is a state-of-the-art aircraft. Compared to passenger jets with the same seating capacity, the Dash 8-400 requires about 40% less fuel thanks to its propeller-driven technology, and thus also reduces CO₂ emissions.

Incidentally, the “Q” stands for “quiet“. A sophisticated system ensures that the noise and vibrations caused by the propellers are suppressed. This aircraft type is also capable of reaching airports where larger aircraft are not able or allowed to land. For example, this is the case in Lugano. The pilots are given special training in landing procedures, and require separate instruction for this purpose.

OE-LGO “Innsbruck” will by the way fly in Star Alliance livery. Austrian and SWISS have been part of the global airline alliance for many years.

Source: Austrian Airlines.

Bombardier Congratulates Flybe on the Launch of Q400 Aircraft Operations from London City Airport

Courtesy: Bombardier.

Courtesy: Bombardier.

Bombardier Commercial Aircraft today congratulates Flybe on the launch of the airline’s London City Airport operations. Flybe will utilize its fleet of Bombardier Q400 aircraft to siginificantly boost connectivity between Edinburgh, Belfast, Dublin, Inverness, Exeter and the heart of London.

“Flybe is a valued, long-time Bombardier customer and today marks a significant landmark in the growth of the airline as it inaugurates its much-anticipated re-entry at London City Airport, said Ryan DeBrusk, Vice President, Sales, Europe, the Middle East and Africa, Bombardier Commercial Aircraft. “Earlier this year we entered into a strategic agreement designed to operationally enhance Flybe’s fleet, and now — with the airline’s recent third-party acquisition of an additional 24 aircraft that will increase its fleet to 59 — Flybe will become the largest operator of Q400 turboprops in the world. We are pleased that Flybe continues to show its long-term commitment to the Q400 aircraft and excited by the airline’s future prospects.”

“From today, purple Flybe Q400 aircraft will be a regular feature in the skies above the City of London as we begin daily services with six aircraft into/from London City Airport.   This can only benefit our profile and reach over the longer term as knowledge of Flybe’s role in connecting the UK regions and Ireland with London becomes more widespread. Our new London City routes provide direct links for customers in the regions to the heart of London’s financial district,” added Saad Hammad, Chief Executive Officer, Flybe.

With the introduction of the Q400 aircraft, Bombardier invented the modern turboprop and it is ideally suited for operations at London City Airport. It is one of the world’s most technologically advanced and community-friendly aircraft, with environmental credentials that allow it to service some of the most noise-sensitive airports across the globe. In addition, the Q400 aircraft’s ability to operate on short runways and its jet-like climb make it suitable for operation in heavily populated, urban environments such as London City Airport.

Source: Bombardier.

Lufthansa Technik: Shark meets crane

Lufthansa Technik is developing a robot-based guide arm for the highly automated application of sharkskin-like aircraft outer surfaces (“riblet” structure). In the future, the new painting system, with a microstructure that reduces drag, is expected to deliver fuel savings of around one percent. Lufthansa Technik is planning the industrial implementation of the application process after the completion of the “FAMOS” research project in March 2017. The focus of the project is a guidance system for the automated application of multifunctional surface structures.

The “FAMOS” project builds on the findings of the “Multifunctional Coating” research project, which successfully tested the stability of the new “Riblet” structure using small patches in a real-life environment. In cooperation with Bremer Werk für Montagesysteme GmbH (bwm) and Airbus Operations GmbH, a comprehensive, highly automated system is currently being developed to deploy various individual technologies such as, for example, cleaning, stripping, painting, and the application of drag-reducing aircraft outer surfaces. Furthermore, the new system is to facilitate the direct printing of photo-realistic images on the aircraft outer skin.

The “FAMOS” research program, funded by the Federal Ministry of Economic Affairs and Energy (BMWi), represents a technological contribution to both fuel cost savings and to the reduction of CO2 emissions.  “If, after the successful completion of ‘FAMOS’, we manage to develop an industrial context with the new functional coatings such as the ‘Riblet’ structure, Lufthansa Technik will be making a great technological leap in terms of fuel efficiency and environmental friendliness. This brings us significantly closer to our goal of being at the global technological vanguard in terms of environmentally friendly aviation,” says Dr. Mathias Nolte, “FAMOS” Project Manager with Lufthansa Technik.

Source: Lufthansa Technik.

________________________________________________________________

Lufthansa Technik: Novo revestimento imita pele de tubarão e pode representar até 1% de economia de combustível

A Lufthansa Technik está desenvolvendo um braço-guia robotizado para a aplicação altamente automatizada de um revestimento semelhante à pele de tubarão (estrutura ‘riblet’) em superfícies externas de aeronaves. Espera-se que, no futuro, o novo sistema de pintura, com uma microestrutura que reduz o arrasto, proporcione uma economia em combustível em torno de 1%. A Lufthansa Technik está planejando a implementação industrial do processo de aplicação em março de 2017, após completar o projeto de pesquisas “FAMOS”. O foco do projeto é um sistema de orientação para a aplicação automatizada de estruturas superficiais multifuncionais.

O projeto “FAMOS” se baseia nos resultados verificados no projeto de pesquisas que testou com sucesso a estabilidade da nova estrutura “Riblet”, utilizando pequenos pedaços expostos a ambientes reais. No momento, um sistema extremamente automatizado e abrangente está sendo desenvolvido em cooperação com a Bremer Werk für Montagesysteme GmbH (bwm) e a Airbus Operations GmbH, para implantar várias tecnologias individuais como, por exemplo, limpeza, descascamento, pintura e a aplicação de superfícies externas que reduzem o arrasto nas aeronaves. Além disso, o novo sistema deve facilitar a impressão direta de imagens foto-reais no revestimento externo das aeronaves.

O projeto de pesquisas “FAMOS”, fundado pelo Ministério Federal de Assuntos Econômicos e Energia (BMWi) representa uma contribuição tecnológica tanto para a economia de combustível, como para a redução das emissões de CO2. “Após completar o ‘FAMOS’ com sucesso, caso possamos desenvolver um contexto industrial com os novos revestimentos funcionais como a estrutura ‘Riblet’, a Lufthansa Technik estará dando um grande salto tecnológico em termos de eficiência de combustível e sensibilidade com o meio ambiente. Isto nos leva para muito mais perto da nossa meta de estar na vanguarda tecnológica global em termos de uma aviação amiga do meio ambiente”, afirmou o Mathias Nolte, gerente de projeto na Lufthansa Technik. Mais informações em http://www.lufthansa-technik.com.

Fonte: Lufthansa Technik.